Pular para o conteúdo
Home > Gestão de Pessoas > Offboarding: como realizar o desligamento de um colaborador de forma humanizada?
Home > Gestão de Pessoas > Offboarding: como realizar o desligamento de um colaborador de forma humanizada?

Offboarding: como realizar o desligamento de um colaborador de forma humanizada?

No ambiente corporativo, offboarding é uma estratégia de desligamento humanizada, capaz de melhorar a experiência de um colaborador no processo da sua demissão – seja por opção da empresa, ou não.

Mas claro, a saída de um colaborador é um momento muito delicado, e o tato e a empatia são essenciais para que haja equilíbrio entre toda a burocracia e os sentimentos envolvidos nessa situação.

Por isso, hoje te explicaremos detalhadamente o que é offboarding, qual sua importância, e ainda te daremos dicas de como lidar da melhor forma com os processos de demissão!

O que é offboarding?

Offboarding diz respeito a um processo de demissão humanizada, com o objetivo de tornar justa e respeitosa a saída do colaborador de uma empresa, e até mesmo o apoiando em sua transição de carreira.

A partir dessas concepções, a demissão deixa de ser uma situação tensa e passa ao colaborador desligado, a sensação de cuidado e de impulsionamento para uma nova recolocação no mercado.

Muitas empresas têm usado o offboarding como forma de reconhecimento ao colaborador que por muitas vezes, se sente desamparado após o desligamento.

Adotar essa “tática” no RH, além de ser um exemplo no tratamento com as pessoas, pode fazer com que o colaborador saia falando bem da empresa – o que possibilita uma readmissão futura, dependendo do motivo do desligamento.

Por que o offboarding é importante?

A importância do offboarding é praticamente indiscutível, pois o bom tratamento deve ser mantido em todos os processos que envolvam pessoas!

O mesmo zelo apresentado lá no processo de admissão, deve ser mantido no processo de desligamento. Por isso, é primordial que o RH padronize essas fases e evite os problemas de comunicação que possam surgir.

É válido ressaltar que empresas são formadas por pessoas. A jornada dos colaboradores em uma organização deve ser pensada, analisada e tratada como prioridade, afinal, proporcionar um ambiente de trabalho saudável e benéfico, é o dever de qualquer empresa.

E o mesmo ocorre no momento de demissão. A jornada do colaborador no seu desligamento, deve proporcionar a ele a sensação de acolhimento.

Além disso, a demissão humanizada permite que o clima de trabalho não seja influenciado negativamente pela saída do colaborador.

Logo, fazer uma demissão humanizada por meio do offboarding, além de promover boas sensações ao colaborador e mostrar que ele não está desamparado, também é essencial para que a empresa se fortaleça.

Como fazer um offboarding humanizado?

O RH precisa planejar o desligamento antes da demissão – não é do dia para a noite que você vai garantir um desligamento humanizado. Existem etapas fundamentais que devem ser pensadas e organizadas!

Confira alguns pontos fundamentais:

#1 Estabeleça um padrão para as etapas

Padronizar etapas é crucial para que nenhum passo seja esquecido e todo o processo ocorra de forma eficaz. Por isso, tenha uma lista de todas as coisas que precisam ser feitas – como assinaturas, exames, envio de documentos, entre outros.

Assim, o RH ficará ciente do que está acontecendo e do que já foi e ainda não foi feito – o que reduz as chances de erros e refações.

Ah, obviamente, a organização das etapas faz com que o colaborador esteja sempre informado sobre o andamento dos processos, e do que ele terá que fazer em seguida.

#2 Comunique-se de forma clara

A comunicação é um dos pontos mais importantes no desligamento humanizado. Se a decisão de demissão partiu da empresa, é imprescindível que o gestor converse com o colaborador e explique de forma respeitosa, clara e amigável, os motivos da sua demissão.

Em todos os momentos dessa situação, a empresa também deve dar suporte ao colaborador, e se dispor a esclarecer quaisquer dúvidas.

Para evitar “burburinhos” entre os demais colaboradores, também é preciso informá-los com transparência sobre o que está acontecendo no momento.

#3 Envolva os líderes

O offboarding é um momento que requer uma atenção muito especial de todas as pessoas envolvidas. Os líderes do colaborador desligado devem estar cientes de cada processo para que nada saia errado e comprometa o desligamento humanizado.

Vale reforçar a importância da comunicação transparente!

#4 Tenha empatia

Mesmo que não seja por nenhum motivo negativo, a demissão sempre gera um desconforto ao colaborador. Por isso, os responsáveis pelo offboarding precisam ter inteligência emocional para lidar com as reações que o colaborador pode apresentar.

Seja sempre respeitoso, agradável e não faça ele se sentir incapaz. Escute o que o colaborador tem a dizer, e de forma alguma deixe de responder alguma pergunta que ele fizer.

#5 Faça a entrevista de desligamento

Quando o colaborador estiver ciente de todos os processos, você deve fazer a entrevista de desligamento para ouvir o que alguém que já não faz mais parte da empresa, tem a dizer.

Essa atitude poderá proporcionar um entendimento ao RH sobre quais medidas devem ser tomadas para melhorar as atividades futuras.

Para isso, prepare perguntas estratégicas que possam acrescentar algo na sua gestão, e deixe um espaço para o colaborador desabafar.

#6 Solicite os materiais

Essa é a fase do processo de offboarding em que o colaborador desligado deve devolver os materiais recebidos durante sua jornada na empresa, como computador, crachá, uniformes, entre outros.

Seja “delicado” ao solicitar as devoluções e ao pedir para ele retirar os seus pertences da estação de trabalho. Ah, importante: dê um tempo para que ele faça isso!

#7 Seja respeitoso com a despedida

O desligamento humanizado deve prezar muito a fase da despedida, que é considerada por muitos, a mais difícil!

O RH precisa deixar o colaborador desligado confortável para se despedir dos seus antigos colegas. Independentemente do tempo em que ele permaneceu na empresa, vínculos são criados e histórias são construídas.

Fazer o processo de offboarding agregará muito valor não só à sua empresa, mas também às pessoas que fazem e já fizeram parte dela.

Offboarding com a plataforma da Elofy

Utilizando a plataforma da Elofy, você não apenas conta com todas as funcionalidades necessárias para o processo e entendimento do offboarding, mas também consegue registrar, analisar e monitorar dados de maneira simples, rápida e eficaz.

Em um software amigável, intuitivo e fácil de usar, você descarta a ideia de depender de planilhas, papéis impressos, e-mails e todo o resto.

Plataforma Elofy + offboarding

E aí, gostou da nossa explicação? Conseguimos te ajudar? Deixe seu comentário!

Comece agora sua jornada na Elofy

Gostou do Artigo?   Compartilhe

guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Fique por dentro de nossos conteúdos e novidades sobre nosso produto