Pular para o conteúdo
Home > Engajamento > Por que a cultura organizacional é tão importante?
Home > Engajamento > Por que a cultura organizacional é tão importante?

Por que a cultura organizacional é tão importante?

A cultura organizacional é um ponto cada vez mais discutido na gestão das empresas. Além de ser uma estratégia muito eficaz para manter a competitividade no mercado, tal como manter uma boa marca empregadora, é a principal forma de moldar o ambiente de trabalho e assim, engajar e motivar os colaboradores.

Quando falamos em cultura, falamos nas crenças e valores da empresa, das expectativas comportamentais, que ditam formas aceitáveis de se relacionar e de conduz o negócio. É importante lembrar que a cultura organizacional vai muito além de termos escritos, são também as ações do dia a dia, por isso é tão importante manter todos cientes e alinhados com isso.

Mas, por que a cultura é tão importante para a empresa? Por que gestores e profissionais de RH estão cada vez mais olhando para esse conceito? Por que organizações com uma boa cultura ganham tanto destaque no mercado? Vamos explorar melhor essas perguntas, neste artigo.

Importância da cultura organizacional

Qual a importância de uma boa cultura organizacional?

Já percebeu que as empresas que mais se destacam no mercado, normalmente, têm uma cultura bem definida e considerada vantajosa pelos profissionais? Bom, isso não é uma mera coincidência, ter uma boa cultura organizacional traz diversos benefícios para qualquer negócio, as principais são:

#1 Melhora o ambiente de trabalho

O clima organizacional é um dos fatores mais importantes para o engajamento, satisfação e performance dos colaboradores e está diretamente relacionado com a cultura da empresa. Quando bem estabelecida, a cultura organizacional influencia as relações internas e externas, além de todos os outros aspectos que envolvem um bom clima, prevenindo assim, conflitos e problemas na gestão.

Além disso, há várias outras formas que uma boa cultura pode transformar o ambiente de trabalho em um lugar saudável e seguro para os colaboradores. Por exemplo, uma empresa que preza pela flexibilidade e liberdade criativa dos profissionais, consegue deixar o clima mais leve e propício.

Por isso, muitas empresas estão adaptando suas culturas, focando mais em valores mais humanos, visto que a gestão vem mudando de uns tempos para cá.

#2 Melhora o engajamento dos colaboradores

Muitos gestores sofrem com o baixo engajamento dos seus colaboradores e, de fato, manter pessoas engajadas é um grande desafio. Mas a questão é que pessoas se conectam e comprometem mais com seus trabalhos quando há um propósito. Por isso, ter uma cultura bem estabelecida, com uma missão e valores alinhadas com os profissionais da empresa melhora o engajamento e, consequentemente, a produtividade e satisfação.

#3 Diminui o turnover e aumenta a retenção de talentos

Há vários motivos que aumentam a rotatividade espontânea dos colaboradores, um deles é uma cultura organizacional desalinha ou mesmo que não condiz com as crenças dos profissionais contratados.

Porém, quando uma boa cultura é implantada, além de facilitar gestores a encontrar pessoas que se encaixem com as expectativas da empresa, ainda faz com que seus colaboradores queiram permanecer em seus empregos. Ou seja, também ajuda a aumentar a retenção de talentos e ainda diminui gastos com desligamentos e contratação.

#4 Ajuda o Employer Branding e a atração de novos talentos

O Employer Branding, mais conhecido, como marca empregadora, é uma estratégia focada na construção de uma imagem positiva de uma organização no mercado.

Uma boa cultura é uma das principais formas de criar uma imagem favorável da marca, o que vai influenciar diretamente a atração de novos talentos, afinal, quem não quer trabalhar em uma empresa que preza por valores humanos e benefícios para seus colaboradores?

#5 Aumenta a competitividade no mercado

Como vimos uma cultura forte ajuda na produtividade e engajamento dos colaboradores, além de ajudar a guiar os relacionamentos internos e melhorar o clima organizacional. Tudo isso, junto com a estratégia de Employer Branding, faz da empresa um local melhor, atrativo e com uma boa imagem no mercado.

Por isso, podemos dizer que empresas com uma boa cultura, é capaz de criar uma vantagem competitiva no mercado comparado com seus concorrentes.

Quais os indicadores de uma boa cultura organizacional?

Ter uma boa cultura organizacional é, de fato, essencial para manter a integridade da empresa. Mas como saber se a sua cultura está adequada para seus colaboradores? Bom, é importante olhar para os seguintes indicadores para entender não só se sua estratégia está boa, mas quais os pontos de melhoria necessários para melhorar ou manter a cultura.

Vale ressaltar que os indicadores de cultura são sempre voltados para pessoas, afinal, ninguém melhor para mostrar a realidade do ambiente de trabalho do que os próprios colaboradores. E esses são os principais indicadores:

#1 Satisfação interna

Olhar para a satisfação dos funcionários é o primeiro ponto para qualquer questão que você pretende analisar na gestão de pessoas. Lembrando que satisfação está ligado ao engajamento, produtividade e performance.

Veja se seus colaboradores estão satisfeitos, entenda também como anda os resultados dos times. Para isso, você pode usar ferramentas tais como avaliação de desempenho, pesquisas de pulso, pesquisa de satisfação (NPS), pesquisa de clima e feedbacks no geral.

#2 Índice de turnover

Como falamos acima, uma cultura desfavorável pode ser um dos principais fatores para a alta rotatividade dos colaboradores. Se essa é a realidade da sua empresa, talvez seja um sinal de que as pessoas não estejam satisfeitas com a organização. Por isso, é hora que olhar para a gestão interna e entender se a cultura está presente ou não, e se há alguma melhoria a ser feita. Uma boa alternativa para entender o turnover é a pesquisa de desligamento.

#3 Índice de candidaturas

O número de candidaturas que você recebe para as vagas, ou a dificuldade em preencher uma vaga, é um indicador essencial para entender como está imagem da sua empresa lá fora. Lembrando que a imagem da sua marca está relacionada à cultura, ou seja, se as pessoas não têm interesse em se candidatar para trabalhar na sua equipe, pode ser que a missão, os valores e outras questões da cultura não sejam favoráveis e interessantes na visão do público externo.

#4 Absenteísmo

Quando a taxa de absenteísmo, ou seja, as faltas dos colaboradores se tornam frequentes, pode ser um sinal de que o ambiente de trabalho está com problemas, o que pode ser causa de uma cultura organizacional ineficiente e desfavorável.

Como desenvolver e manter uma boa cultura organizacional?

Google, Netflix, Apple, Starbucks, entre muitas outras, são exemplos de organizações que recebem grande destaque no mercado por terem uma boa cultura organizacional, mas o que essas empresas estão fazendo? Como criar e manter uma boa cultura e melhorar a competitividade?

O primeiro passo é entender que todos nós passamos por diversas mudanças durante a pandemia, novos modelos de trabalho, pessoas ansiosas, estressadas, crises de burnout são questões que desenvolveram a necessidade de olhar para o bem-estar e saúde dos colaboradores. Ou seja, se você busca desenvolver, melhorar ou manter uma boa cultura organizacional, é preciso olhar para a gestão de pessoas de forma humanizada.

Quando falamos em gestão inovadora e humanizada, falamos em flexibilidade, em sempre forcar no desenvolvimento, satisfação dos colaboradores, diversidade e comunicação assertivas. Boas culturas incluem todos esses fatores, afinal, o que é uma empresa sem bons profissionais?

Vale lembrar que o processo de construção de uma cultura organizacional sólida e eficaz demanda tempo e esforço. Além de que, é preciso não só construir a cultura, mas criar ações que a torne presente no dia a dia dos colaboradores. Isso ajuda a deixar todos da empresa alinhados e assim, aumentar o engajamento dos funcionários e, consequentemente, fortalecer a cultura.

Outro ponto essencial é sempre se adaptar a realidade e transformações do mercado, que vivem acontecendo. Só assim é possível se manter competitivo e ganhar destaque entre seus concorrentes.

A cultura organizacional é um dos fatores mais influentes para manter a integridade da empresa, por isso, é tão importante que gestores olhem e cuidem dela. Sem uma cultura bem estabelecida, as pessoas não têm um guia e acabam se perdendo no propósito e nas ações do ambiente de trabalho, isso causa desmotivação, altos índices de turnover e ainda pode manchar a imagem da empresa. Então, se você ainda não dá a devida atenção para sua cultura, talvez seja a hora de mudar isso.

Gostou do Artigo?   Compartilhe

guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Fique por dentro de nossos conteúdos e novidades sobre nosso produto